Pesquisa:
 
Apoio

Religião e LGBTs

Bíblia contra Gays

    Nesta secção são apresentadas as passagens habitualmente identificadas com a reprovação da homossexualidade.

    As citações foram retiradas da Bíblia Sagrada dos Missionários Capuchinhos (Lisboa 1974).

    Os comentários apresentados são resultado não só de uma análise pessoal do texto, mas também com base no artigo The Bible & Homosexuality por C. Ann Shepherd



    Genesis 19:1-11 Destruição de Sodoma e Gomorra



    (18:)Sodoma e Gomorra eram duas cidades cheias de pecado e depravação. Deus decidiu destrui-las mas antes falou com Lot que O convenceu a poupar a cidade se existissem 5 homens justos na mesma. (19:1)Dois anjos vão visitar Lot a Sodoma para verificarem se existem "5 homens justos". Entretanto...



    (4)Ainda não se tinham deitado, quando os homens da cidade, os homens de Sodoma, desde os mais novos aos mais velhos, todos sem excepção, rodearam a casa [... e disseram:] "Trá-los para fora a fim de os conhecermos" [...] Lot oferece as suas próprias filhas virgens aos homens da cidade para evitar o confronto com os dois anjos, mas de nada lhe valeu. (Diga-se de passagem que os anjos levaram a melhor e Deus destruiu calma e serenamente Sodoma, Gomorra e tudo à volta)



    O termo "conhecermos" significa, abitualmente na linguagem da Bíblia, "SEXO" , daí o facto de se associar Sodoma ao acto sexual entre homens, no entanto Sodoma e Gomorra não são, obviamente, destruídas porque os "homens se deitavam com outros homens" mas sim por uma série infindável de pecados (em que, eventualmente, a chamada sodomia se encontrava).



    Segundo Shepherd embora o termo "conhecermos" não implique directamente sexo ou violação (o original hebraico pode ser traduzido por "tomar conhecimento", "verificar credenciais" ou ainda "ter sexo com"), neste caso as intenções dos habitantes parecem indicar um verdadeiro acto de violência sobre os estranhos sob a forma de uma violação.
    Aliás o acto de violação homossexual não era incomum como forma de humilhação extrema e sem carga sexual.



    Isaías 3:9, Ezequiel 16:49, Carta a São Judas 7 Referências a Sodoma



    (Isaías 3:9)[Deus castigará os pagãos e os que] ostentam, como Sodoma, os seus pecados



    (Ezequiel 16:49)Eis em que consistiu o crime de Sodoma [...]: orgulho, abundância de alimentos e insolências; estas foram as faltas que cometeu [...]: não socorreram o pobre e o indingente



    (São Judas 7)Assim, Sodoma e Gomorra e as cidades circunvizinhas, que se corromperam da mesma maneira e se dedicaram ao vício [...]



    Aqui mais uma vez se reforça a ideia que o problema de Sodoma não era a "sodomia" mas sim a luxúria, a depravação e outros vícios.



    Levítico 18:22, 20:13 Sobre as obrigações matrimorniais, Penalidades diversas



    (18:22)Não coabitarás com um varão; é uma abominação



    (20:13)Se um homem coabitar sexualmente com um varão cometeram ambos um acto abominável; serão punidos com a morte e mereceram o suplício.



    Estas passagens são bastante explícitas, não deixando dúvidas acerca do assunto. No entanto... em Lev 11 temos: Não comereis [...] coelho [...] porco e é considerado com "abominação" comer Tudo o que anda no mar e não tem escamas nem barbatanas de que se pode dar o exemplo do polvo, assim como em Lev 20:18 temos Se um homem coabitar com uma mulher que esteja com indisposições [...] serão ambos eliminados do meio do povo. Daqui se conclui que a maioria das indicações do Levítico não são de todo seguidas pela Igreja Católica não havendo razão para dar tanta importância à condenação da homossexualidade.



    Carta aos Romanos 1:26 Homossexualidade e sexo anal com mulheres



    (26) Por este motivo, Deus os entregou a paixões degradantes, pois as suas mulheres mudaram o uso natural em outro uso que é contra a natureza. (27) Do mesmo modo também os homens, deixando o uso natural da mulher, abrasaram-se na mútua concupiscencia, praticando uns com os outros o que é indecoroso e recebendo em si mesmo a paga, que era devida ao seu desregramento



    Aqui temos uma referência explícita ao sexo entre homens (sem ser na base de bacanal como em Sodoma) que é directamente recriminada. No entanto no mesmo parágrafo se juntam todos os pagãos, os judeus, etc, etc...



    Segundo Shepherd os termos Gregos "physin" e "paraphysin", foram traduzidos como "uso natural" e "uso contra a natureza" respectivamente. No entanto a palavra "paraphysin" não significa "ir contra as leis da natureza", mas implica uma acção que é incaracterísitca de uma certa pessoa, ou seja "contra a natureza" da pessoa (como se pode verificar em Romanos 11:24). Assim esta passagem (não da forma como foi traduzida acima) indica que o que não é natural é um homossexual viver como heterossexual, ou um heterossexual viver como homossexual.



    1ª Carta aos Coríntios, 1ª Carta a Timóteo 1:9-10 Os injustos e o reino de Deus



    (I Coríntios 9) Não sabeis que os injustos não possuiram o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem imorais, nem idolatras, nem adúlteros, (10)nem enfeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem maldizentes, nem os que se dão à embriaguez, nem salteadores possuirão o Reino de Deus.



    (I Timóteo 1:9)[...] maus, rebeldes, ímpios, pecadores, irreligiosos, profanadores, ultrajam pai e mãe, homicidas, (10)impúdicos, infames, traficantes de homens, mentirosos, perjuros [...]



    Não há referência à homossexualidade, mas sim à escravatura (da forma que eu vejo o texto). Não deixa de ser curioso pôr "irreligiosos" no mesmo grupo dos "homicidas". É a ideia, habitual noutros pondos da Bíblia, que quem não a segue (mesmo que não a possa ter conhecido) está condenado.



    Segundo Shepherd o texto original não refere sequer a homossexualidade mas sim a prostituição feminina e masculina ligadas a cultos, que eram prevalentes na cultura Greco-Romana da altura. O erro da tradução é devido a uma incorrecta interpretação dos termos Gregos "malakee" e "arsenokeeteh" além de esquecer o contexto em que ambas as cartas foram escritas.



    Resumindo...



    De todas as passagens as únicas que se referem à homossexualidade em particular são [Rom 1:27], [I Cor 6:9], [I Tim 1:9-10] (e, eventualmente, [Lev 18:22] com as resalvas assinaladas) que não fazem parte sequer do antigo testamento, nem estão directamente relacionadas com Jesus Cristo.



    De notar, no entanto, que as passagens são sobre a visão negativa da homossexualidade. Na secção seguinte referimos algumas passagens sobre possíveis relações homossexuais na Bíblia. A Bíblia é um livro (perdão: é um conjunto de livros) grossíssimo onde existem múltiplas referências a outros "pecados" que hoje são cometidos normalmente e sem problemas de maior. E se olharmos para o passado da Igreja teremos barbaridades muitíssimo piores do que o incumprimento de uma ou duas passagens da Bíblia, por muita importância que a Igreja de hoje lhes tente dar.

 
Apoio

Religião e LGBTs

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?


Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e SETE.
Depois clique em OK.

© 1996-2024 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal