O Dia G (PortugalGay.pt)
Pesquisa:
 
Parceiro PortugalGay


Set 2001

Tenho que estudar .... mas como ?



Acabo agora de pensar como sou e como podia ser diferente.

Choro e riu-me sozinho, pois não tenho ninguém para partilhar esta mágoa.

Tenho provas globais daqui a dois dias e ainda não estudei. Abro os livros e lá vou eu numa viagem aos confins do meu pensamento.

Penso em tudo menos no que devia pensar e quando não penso escrevo com estou fazendo agora.

Estou num grande dilema se assumo ou não assumo, se parto a aventura ou se fico aqui a abrir e fechar os livros, se quero amar ou se quero sofrer, se quero sofrer ou fazer sofrer, se e se tantos ses para o mesmo problema.

Sou o que tenho vindo a negar mas não aguento mais, pois, sempre que paro lá vou eu pensar o que vou fazer com a minha orientação sexual, esconde-la ou dize-la a quem eu acho que me ama de verdade.

Sou Homossexual e cada vez mais tenho pessoas que querem que eu não as desilude ... mas como fazer?

Ainda não encontrei ninguém decente para ter um caso mais sério, uma relação mais sólida.

Mas onde eu vivo isso é deverás impossível e incorrecto.

Analiso os prós e os contras e a tarde voa já são 18 horas e ia começar a estudar as 13 horas até agora não o fiz.

A tarde voa e eu enterro-me não só na escola como na vida social e familiar.

Hoje dia da minha decisão vou dizer não, chega, basta, de pensar nos outros e vou pensar um pouco em mim, pois, se eu não pensar em mim quem pensará e logo aparece a imagem do anjo da minha irmã na minha cabeça e toda esta luta esta garra de dizer o que sou vai-se e volto a pensar na família.

Tenho dois irmãos que não mereceriam ter um irmão assim, mas eu sou assim e não dizer é mentir (ou ocultar), é ser medíocre, cobarde, hipócrita, características que eu desprezo e afinal até tenho em mim se eu não me assumir.

Pois, estas características eu atribuo muitas vezes aos políticos que só convém a maioria e apelam a minoria para ganhar e depois esquecem logo que ela existe, mas mudando de assunto porque política tem muito que se lhe diga.

Eu já me decidi e embora os contras ganhem por maioria eu vou lutar contra ela e vou-me assumir.

Tenho 17 anos e vou lutar contra tudo e todos para vencer o todo poderoso preconceito da homossexualidade.

Hoje digo basta, chega e vou amanha dizer ao meu melhor amigo que sou gay não faço a mais pequena ideia como ele vai reagir mas os amigos é de menos, pois, estes podem-se escolher apesar de sofrer muito caso o perca para sempre.

Depois, será os meus pais penso que o meu pai irá reagir muito mal e vai colocar-me na rua para não ser exemplo para os meus irmãos mais novos.

Quando isso acontecer não tenho para onde ir mas sei que vou com a minha consciência tranquila e acima de tudo feliz por ter superado o que parecia insuperável.

O meu destino entrego a Deus, pois, este não me julga como pecador ou criminoso como a igreja actualmente fás.

Se eu não conseguir sobreviver fica o registo de que um dia existi e sofri por ser gay.

Se isto acontecer é porque ninguém me quis ajudar por ser diferente tenho pena de algum dia isto acontecer, pois, isto queria dizer que até no meu último adeus estava só outra vez.

Despeço-me chorando no dia da minha afirmação (embora que hoje só seja ainda pessoal)

Mandando um beijo para todos os gays assumidos.

 

J.G
j.g.g@portugalmail.pt

 
© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
A Sua Opinião
Tem alguma sugestão ou comentário a esta página?
Publicar a pergunta e resposta no Facebook PortugalGay.pt.

Nota: reservamos-nos o direito de selecionar e/ou ajustar as perguntas publicadas.

Não é um robot

Por favor marque as caixas UM e DOIS.
Depois clique em OK.

© 1996-2017 PortugalGay®.pt - Todos os direitos reservados
Portugal Gay | Portugal LGBT Pride | Casamento Civil para Todas as Famílias | Queer Lisboa | Jovem Gay | Portugal LGBT Guide | Mr Gay Portugal